home Cultura, Direito e cidadania, Economia, Policia, Política A Espada de Dâmocles, os Maçons, Dilma Rousseff, o TSE e o STF

A Espada de Dâmocles, os Maçons, Dilma Rousseff, o TSE e o STF

A Espada de Dâmocles
fonte: pt.wikipedia.org/wiki/Dâmocles

Dâmocles era um cortesão bastante bajulador na corte do tirano Dionísio, de Siracusa. Ele dizia que, como um grande homem de poder e autoridade, Dionísio era verdadeiramente afortunado.

Dionísio ofereceu-se para trocar de lugar com ele por um dia, para que ele também pudesse sentir o gosto de toda esta sorte, sendo servido em ouro e prata, atendido por garotas de extraordinária beleza, e servido com as melhores comidas. No meio de todo o luxo, Dionísio ordenou que uma espada fosse pendurada sobre o pescoço de Dâmocles, presa apenas por um fio de rabo de cavalo. Ao ver a espada afiada suspensa diretamente sobre sua cabeça, perdeu o interesse pela excelente comida e pelas belas garotas e abdicou de seu posto, dizendo que não queria mais ser tão afortunado.

A espada de Dâmocles é uma alusão frequentemente usada para remeter a este conto, representando a insegurança daqueles com grande poder (devido à possibilidade deste poder lhes ser tomado de repente) ou, mais genericamente, a qualquer sentimento de danação iminente.

Imagem: pintura de Richard Westall, “A Espada de Dâmocles”, de 1812.

Talvez alguns entendam a importância da ida dos maçons a Brasília hoje e ao pedir a renuncia de Dilma Roussef. Algumas besteiras iremos ler por ai, porém a história esta contada.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *